Estão em nosso universo

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Arte Sacra ou Arte Religiosa



Matéria bacana redigida por Ketlin Talevi do blog: artesacro.com.br

Para compreendermos as diferenças entre Arte Sacra e Arte Religiosa entrevistamos o professor e pesquisador Pe. José Arnaldo Juliano dos Santos, que é coordenador dos Cursos de Extensão Universitária, do Museu de Arte Sacra de São Paulo.
Com sua paciência e didática, inerentes a um bom professor e a delicadeza que só um sacerdote abençoado é capaz de possuir, Pe. Arnaldo clareia as diferenças dos termos. Assim, explica que dentro da cultura Ocidental, a Arte Sacra também é referenciada como Arte Cristã, ou seja, aquela que provém da Igreja Católica Romana, “a esta, também, se vincula a Arte Cristã Ortodoxa Oriental”, afirma.
Para entender essa diferença, o sacerdote explica que é preciso lembrar o que o Concílio Vaticano II (1963-1965) expressou sobre a Arte Sacra no documento “Sacrosanctum Concilium”, Cap. VII,§ 122: “Entre as mais nobres atividades do espírito humano contam-se com todo o direito as belas-artes, principalmente a arte religiosa e a sua melhor expressão, a arte sacra”.
Confira a entrevista completa abaixo.

Poderia nos dar uma definição de arte sacra, serio o mesmo que arte religiosa?
Pe. Arnaldo Juliano: Compreende-se por Arte Sacra aquela que está intimamente vinculada ao “espaço sagrado” do culto, ou seja, ao “espaço litúrgico”, no qual se celebram os atos litúrgicos da Igreja como a Eucaristia (Missa) e outros ofícios sagrados. Então, aí temos uma variedade de elementos: Imagens de santos e santas ou pinturas de passagens bíblicas que ornamentam os altares; a arquitetura das igrejas; os altares; castiçais onde se colocam as velas, lampadários; sacrários; tapeçaria; mosaicos; alfaias comumente chamados de paramentos litúrgicos ou roupas litúrgicas; instrumentos musicais apropriados, etc. Todo este conjunto deve auxiliar os fiéis a mergulharem na beleza divina e, assim, se aproximarem do Mistério que estão celebrando.
Por outro, temos a Arte Religiosa que compreende toda a manifesta artística humana relacionada com o Sagrado e Divino. Neste plano, consideramos o teatro catequético, a arte dos chamados “santeiros” que fazem e multiplicam imagens de santos e santas para a veneração domiciliar. Também aí está a arte das demais religiões. Aqui há uma discussão, pois cada religião tem sua liturgia e seus ritos.
Enfim, temos a arte religiosa da qual sai a arte sacra. Mas, devemos lembrar que toda arte sacra é arte religiosa, mas nem toda arte religiosa é arte sacra.
Existe algum modelo, estilo ou referência que caracterize a arte sacra?
Pe. Arnaldo Juliano: Sim. Existe sim. Os referenciais são os próprios da Liturgia Cristã e suas normas, pois a Arte Sacra faz parte do conjunto do espaço litúrgico e deve ser algo que manifeste o louvor do fiel a Deus e manifeste também Deus ao fiel. É o suporte ambiental que conduz o fiel à oração. Quanto ao estilo, este depende da época histórica e de cada cultura na qual a fé se manifesta.
Como saber de que se trata de uma arte sacra?
Pe. Arnaldo Juliano: Sendo o fator determinante a Liturgia, somente podemos dizer que é Arte Sacra na medida em que ela está inserida no contexto espacial e experimental litúrgico.
Se temos em nossa frente, por exemplo, uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, logo vem a pergunta se esta imagem é arte sacra ou arte religiosa. Aí devemos investigar se ela faz parte ou fez parte de um altar no interior de uma igreja, se estava num altar-maior ou central desta igreja, ou seja, se ela fazia parte do conjunto do espaço sagrado e litúrgico. Hoje em dia, cada vez mais, nos museus, está se criando o ambiente contextual de onde a imagem procede, a fim de que se possa melhor definir se tal objeto é Arte Sacra ou Religiosa. Mas, devemos lembrar que toda arte sacra é arte religiosa, mas nem toda arte religiosa é arte sacra.
É possível afirmar que a arte sacra de um país, é também um reflexo de sua cultura?
Pe. Arnaldo Juliano: Evidente que sim, pois as características dos objetos carregam as marcas culturais de cada povo, ou seja, seus costumes cotidianos. Por outro lado, a confissão religiosa é parte integrante de uma cultura. Ora, sendo ela cristã a arte será cristã e sacra.
De que maneira a arte sacra influencia ou é influenciada por outros meio artísticos da cultura de um país?
Pe. Arnaldo Juliano: Primeiro, um país pode tomar como referência a arte de outro país. Temos exemplos deste gênero muito bem estudados pela História da Arte. Em segundo lugar, está arte importada pode ser, com o passar do tempo, alterada em estilo absorvendo os estilos culturais daquele lugar.


Fonte: https://www.artesacro.com.br - Em 12 de dezembro de 2013 por Ketlin Talevi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo dos artigos.

Desenhos na Calçada Julian Beever

Dicas de livros, filmes, música...

  • The Cure
  • Modigliani - Paixão pela Vida - Diretor: Mick Davis
  • Blade Runner: O Caçador de Andróides
  • Nosferatu. (1922) - Bram Stoker
  • O outono do patriarca - Gabriel G. Márquez
  • Contos de fadas politicamente corretos - J. F. Garner
  • Contos de Enganar a morte - Ricardo Azevedo
  • Meu filho, minha filha - Carpinejar

Quem sou eu

Minha foto

Professor de Artes da SEDF, Bonequeiro na Cia. Titeritar, artista plástico colaborador no blog: http://ateliartsaofrancisco.blogspot.com.br/ e autor dos blogs: http://universosdarte.blogspot.com.br/ e http://www.titeritar.com.br/